Treinamento de Musculatura Respiratória

Definição:

Em algumas patologias, principalmente as neuromusculares, os pacientes muito debilitados, perdem não só a força muscular para a movimentação (atrofia), mas também perdem a força muscular para a respiração. Nestes casos, utilizamos aparelhos para exercícios respiratórios específicos, que oferece uma resistência constante à musculatura respiratória, proporcionando aumento da força muscular e da resistência para este grupo de músculos específicos, responsáveis pela respiração. Este trabalho é muito utilizado no desmame de cânulas de traqueostomia (Fig 01).

Objetivos:

Aumentar a força e resistência de um grupo muscular específico, melhorando o condicionamento da musculatura respiratória.

Material:

Inicialmente utiliza-se um Manovacuômetro, visando à mensuração da capacidade pulmonar do paciente e qual o tipo de aparelho a ser utilizado e a quantidade de resistência a ser aplicada durante o esforço. Usualmente, o aparelho para treinamento de musculatura respiratória é o Threshold®.


Figura 01

Procedimento:

1. Realizar inicialmente a medida de Pressão inspiratória máxima (Não necessariamente em toda terapia).
2. Ajustar a pressão do aparelho (se indica iniciar com 30% da pressão inspiratória máxima).
3. Posicionar o paciente para que este se sinta o mais confortável possível.
4. Explicar o procedimento a ser seguido (se necessário, usar o clipe nasal, que acompanha o equipamento).
5. Solicitar que o paciente, com o aparelho em sua boca, realize um a inspiração profunda, de modo a abrir a válvula do aparelho.
6. Realizar o número de inspirações ou tempo pré-estabelecido pelo Fisioterapeuta responsável, com o cuidado de não se levar o paciente a fadiga.
7. Ao final da sessão, orientar o paciente ou cuidador responsável quanto ao uso do equipamento, para que seja realizado sozinho, otimizando o programa de reabilitação.


Entre em Contato!