Aspiração de Vias Aéreas

Definição

Procedimento técnico, invasivo, realizado por profissional habilitado, visando a remoção de secreção pulmonar acumulada em vias aéreas. Pode ser realizada de 3 formas, dependendo do nível em que a secreção se encontra, como também da via de acesso favorável para o procedimento, podendo ser orotraqueal, nasotraqueal ou via cânula de traqueostomia (pacientes traqueostomizados fig 01).


Figura 01

O procedimento, contrário ao que algumas pessoas imaginam, é indolor, respeitando os critérios necessários. O que ocorre normalmente é a sensação de engasgo durante o procedimento, comum, devido ao estimulo da sonda de aspiração, mas perfeitamente tolerável. Trata-se de um procedimento seguro e eficiente, proporcionando alivio e bem estar ao paciente secretivo.

Objetivos:

Remover secreções traqueobrônquicas e orofaríngeas, de difícil expectoração ou em pacientes com tosse ineficaz, favorecendo a permeabilidade das vias aéreas e conseqüente melhora da ventilação pulmonar.

Responsáveis:

Enfermagem, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico e cuidador responsável pelo paciente (devidamente habilitado para este procedimento).

Material:

• Aspirador elétrico portátil (Fig 02) ou de Venturi (gás medicinal fig 03);
• Luva de procedimento;
• Luva estéril;
• Sonda de aspiração estéril;
• Soro fisiológico (se necessário);
• Gel anestésico (se necessário).


Figura 02 Figura 03

Entre em Contato!