Oxigenioterapia Domiciliar

Histórico

  • 200 anos – O oxigênio é essencial para a vida, desde a sua descoberta por Priestley.
  • 1992 - O uso terapêutico foi iniciado por Alvan Barach em hospitais americanos, para pacientes com pneumonia.
  • 1958 - Alvan Barach já prescrevia pequeno cilindro de O2 sob pressão, para deambulação, em portadores de DPOC grave.

Oximetria de pulso

A oximetria de pulso é considerada o melhor método diagnóstico para triagem e detecção de pacientes com hipoxemia (baixo nível de oxigênio no sangue). O oxímetro posicionado no dedo ou no lóbulo da orelha nos mostra, através da pele e por leitura imediata, a saturação arterial de oxigênio, no ato do exame, sem a necessidade de perfurações ou métodos invasivos.

Nos da Homefísio possuímos todos os tipos de Oxímetros, utilizados nas residências para realização da oximetria de pulso, e nossos fisioterapeutas estão aptos a diferenciar situações clínicas que alteram sua leitura, onde as mais comuns podem ser uma icterícia, uma perfusão arterial inadequada (insuficiência vascular periférica), pele com pigmentação escura e até um esmalte mais escuro nas unhas.


Fonte de oxigênio

Trabalhamos com 3 fontes de O2 disponíveis para fornecimento domiciliar. Cada uma destas fontes é adequada para um tipo de paciente ou sua necessidade atual.

Nossos fisioterapeutas avaliam o paciente na primeira sessão, visando a indicação mais adequada para cada paciente, sempre em contato com o médico do mesmo, visando um maior conforto e segurança para seus familiares e cuidadores.


1. Oxigênio gasoso em Cilindro

O oxigênio gasoso está disponível em todo país. Os cilindros são caros, pesados e o transporte e armazenamento difíceis, havendo também a necessidade de reposição freqüente. Hoje, o grande problema encontrado no oxigênio gasoso através de cilindros, é o tempo de reposição. Na maioria das vezes, existe a necessidade de troca de cilindro nos finais de semana ou feriados, que ocasionam aumento de tempo para entrega e dificuldade de pedido, gerando ansiedade e desconforto ao paciente. Ex: Fluxo de O2 em 2 L/min, durante 24horas e através de cilindros de 4m3, o paciente necessitará de 25 à 30 cilindros /mês.



2. Oxigênio Líquido

As pessoas conhecem o oxigênio sempre como gás. Mas ele também pode ser liquido. Quando resfriado a temperaturas extremas (-160ºC), o oxigênio se torna líquido. E quando isso acontece, ele pode ser armazenado em maiores quantidades, pois quando liquido ele se compacta e consequentemente ocupa menores espaços. Trabalhamos nas residências com o sistema mais utilizado, onde existe um reservatório matriz que é recarregado em média 4 a 8 vezes ao mês, quando o paciente está usando um fluxo contínuo de 2 L/min. Sua principal vantagem é que permite total mobilidade do paciente, fora do seu domicílio e por longos períodos (de 4 a 6 hs, dependendo do fluxo).



3. Concentrador de Oxigênio

Na maioria das residências atendidas por nossa equipe da Homefísio é o aparelho de oxigenioterapia que é o Concentrador de Oxigênio. Isto se faz, pois este tipo de aparelho nos proporciona uma fonte contínua de oxigênio, sem a necessidade de recarga. Trata-se de um aparelho que se alimenta do ar ambiente, transformando-o em oxigênio para o paciente. Tudo isto, através de uma conexão a rede elétrica. Este tipo de aparelho fornece 02 com pureza de 92 a 98% e fluxo de até no máximo de 10 L/min. São fáceis de manusear, ocupam pouco espaço e tem autonomia de funcionamento, enquanto houver energia elétrica. Não são portáteis, são ruidosos e aquecem o ambiente. Contudo, pode ser adaptado fora do cômodo onde está o paciente, garantindo o conforto e garantia de fornecimento. O aluguel mensal estaria em um nível intermediário entre o oxigênio gasoso e o liquido, independente do fluxo a ser utilizado.



Benefícios

Melhora do estado neuropsíquico (melhora a atividade cerebral), eficiência do sono, aumento da tolerância ao exercício, diminuição da pressão na artéria pulmonar, ou sua estabilização; diminuição do número de internações, com melhora da sobrevida e da qualidade de vida.

A dose de oxigênio a ser administrada deve ser estabelecida individualmente, através da titulação do fluxo de O2, ou uma saturação de O2 não inferior à 90%, com o paciente em repouso e respirando em ar ambiente.

Os benefícios terapêuticos da Oxigenioterapia Domiciliar (no caso de sua necessidade) estão diretamente relacionados, com o número de horas/dia que o paciente utiliza e, portanto, devemos prescrever a oxigenioterapia idealmente 24hs/dia, e estimular o paciente a usar o maior tempo possível. Considera-se como tempo mínimo aceitável 15hs contínuas por dia, incluindo as horas de sono.

A realização da oximetria noturna (medição dos níveis de oxigênio no sangue) nos permite uma prescrição mais precisa do fluxo adequado de O2 durante o sono, e não havendo condições de se realizar, está correto o acréscimo de 1 L/min ao fluxo titulado para o dia.

Somos uma empresa que trabalha há mais de 10 anos com este tipo de material, em associação com grandes empresas de gases medicinais, garantindo todo o apoio necessário, com orientação e manutenção 24h por dia.


Entre em Contato!